Publié par fara

 

 

Fotografia: Eduardo Cunha

As zonas turísticas das Quedas de Calandula e Mussequele, ilhas do Cabo e do Mussulo, entre outros encantos naturais e espécies típicas da fauna, flora e cultura angolana, vão estar expostas em Portugal, durante a 26ª edição da Bolsa do Turismo de Lisboa (BTL), que decorre entre hoje e o próximo dia 16.

 

O director-geral do Instituto de Fomento Turístico (Infotur), Eugénio Clemente, disse que também vão ser apresentadas, através de DVD, locais como as Quedas do Mupa, no Huambo, Cachoeiras do Binga (Cuanza Sul) e Serra da Leba (Namibe), além de encantos como as Fendas da Tundavala e as Pedras de Pungu Andongo.


Angola leva ainda ao evento algumas obras de artesanato, com realce para a figura do pensador (símbolo originário da cultura tchokwé) e imagens da Palanca Negra (espécie existente apenas em Angola), monumentos e sítios, através de quadros, cartazes, postais e fotografias. Eugénio Clemente informou que Angola participa na BTL/2014 com mais de 20 operadores do sector ligados às unidades hoteleiras e agências de viagens, assim como representantes da Agência Nacional para o Investimento Privado e alguns vice-governadores provinciais.


“Esta feira é uma oportunidade para promovermos a nossa cultura, os nossos hotéis, restaurantes, sítios, recursos naturais e potencialidades turísticas do país, assim como trocar experiências com investidores e turistas de países de África, Europa, América e Ásia, susceptíveis de aumentar a importância económica do turismo nacional”, frisou.


A 26ª edição da Feira Internacional do Turismo de Lisboa decorre sob o lema ‘Turismo: A Indústria do  Sorriso”, na FIL (Parque das Nações) e homenageia a hospitalidade, a simpatia e a arte de bem receber, numa edição em que o segmento Meeting Industry (reuniões entre industriais) e o programa de Hosted Buyers (encontros para contactos) têm especial destaque.

 

Via Jornal de Angola

 

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article