Publié par fara

 

 

Por Sebastião Kupessa


 

1463028 481175471995343 108798336 n

 

 

 

Suíça - Fribourg - O Embaixador angolano na Confederação Helvética, Oswaldo dos Santos Varela disse que o desenvolvimento económico e social em Angola deve-se à paz, ao consenso nacional e estabilidade politica desde 2002 e apela empresários suíços a investir em Angola.

O diplomata angolano fez este pronunciamento no Cantão de Friburgo (Suiça francesa), perante responsáveis do sector económico e empresarial desta região, apelando à descoberta do mercado angolano que muito tem para oferecer, desde os recursos minerais à energia renovável, construção civil, indústria agro-alimentar e farmacêutica.

Osvaldo Varela, que se fez acompanhar do representante comercial de Angola na Suíça, Lukonde Luansi, deu a conhecer as grandes realizações do governo na recuperação e construção das infraestruturas rodoviárias, ferroviárias e aeroportuárias, bem como de polos de desenvolvimento nas diferentes regiões do país que constituem as condições básicas para o investimento sustentável em Angola.

Afirmou que embora tenha um mercado reduzido de apenas18 milhões de consumidores, o país situa-se geograficamente entre a África Austral e a África Central, e possui uma rede ferroviária e rodoviária bem como uma costa marítima que facilitam o comércio não só com os países vizinhos mas também para o resto do mundo.

Convidou os empresários suíços locais a participar na viagem de negócios à Angola prevista para o próximo mês de Abril de 2014.

“Estamos a diversificar a nossa economia. Precisamos do contributo de todos. Chegou a hora dos Suíços conhecerem o mercado de um dos países do futuro em África" - realçou.

O Estado de Friburgo é um região da suíça francesa de apenas 1671 km2, uma população estimada em 300.000 habitantes, mas com uma economia dinâmica com mais de 7.000 pequenas e médias empresas que exportam mecadorias e serviços calculados em dez biliões de francos suíços por ano.

 

 

                 

                                                                                                   

 

 


Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article