Publié par fara

 

 

Por Sebastião Kupessa

 

 

socorro-flyer1-A6.jpg






A música produzida no território em torno da bacia hidrográfica do N'zadi a Kongo ( rio Zaire) é rica e sobretudo famoso no mundo inteiro, não podemos ignorar o sucesso desta música dita zairense dos anos 50 até nos anos 90. Trazendo à lembrança este rítmo, sem fazer a referênncia da contribuição dos angolanos refugiados no Congo- Belga, seria uma prova de desonestidade intelectual. Temos mesmo a liberdade de afirmar que os angolanos foram os pioneiros desta mísica, orgulho de todo continente. Pois o quarteto originário do Mbanza Kongo (ex-São Salvador), dirizido pelo famoso Papa De Oliveira e Freitas, galvanizaram nos fins dos 40 e nos meados dos anos 50, os melómanos africanos, fundando assim, a música africana contemporánea. Ao longo dos anos, os angolanos no Congo Belga ( hoje R:D.C) fundaram cunjuntos musicais que, por muito tempo, foram tidos como referência em todo continente. Mesmo vivendo na Cidade do Uíge, o músico Socorro, constitui a incarnação e a continuidade deste rítmo em Angola.



   Do seu verdadeiro nome KALAYANDI JOSÉ KABEYA, Socorro começou tocar a música em tenra idade, nos anos 80, no estilo da música gospel, com os instrumentos como Marimba e viola de madeira. 



Dominando essencialmente o folk. do Kwilo - Kwango, tocado particularmente em território de Kimbele na provincia do Uíge, onde é originário, o presente álbum em promoção, intitulado NZIMBU ( dinheiro em Kikongo) é o terceiro disco do artista, depois do " Meu dever" produzido em 2007 e "Ku vata dieto" em 2009.



O CD é composto de 10 faixas musicais seguintes: Luzingu, Nzila, Nzimbu, Ngudia Bana, Makaxikila, Nduma, Luzitu lua Muana, Mandalako e Vamoko Mandi. Todas cantadas em kikongo , nos géneros, kilapanga, sungura, semba e mistura de ritmos congoleses.



"Nzimbu" foi gravado o ano passado na capital do país e finalizado na Alemanha, país onde foram editadas as primeiras 10 mil cópias, a serem vendidas em vários pontos de Luanda.



As mensagens das canções tem a ver com a valorização e preservação da vida, saúde e outras que criticam o alcoolismo, promiscuidade e infidelidade. Como ele próprio declarou à agencia noticiosa de Angola, que o facto de “muitas pessoas fazerem do dinheiro uma coisa que está acima dos valores morais, cívicos e até culturais, em detrimento das boas relações”.



A canção Makaxikila (Makasikila) é eleita, pelo site da Damba, como a melhor do CD, e será a música do mês de Abril. Makasikila é o um dos pratos preferidos dos Bakongos, como ele próprio canta : "makasikila i tu dilanga e luku eto bakongo, ikalanga e zenza ye nfundi." Tem razão!



Socorro é autor dos textos, arranjos, lead vocal, coro e viola rítmo. Com a participação de Dominick Lukeba no teclado, na captação e programação no Lussa Studio Angola. Na Alemanha, a mistura e masterização foi realizado por Disso Kekere e seblino Rasmatomina.



Produção de : Matuatungila Produções (MP Produções), no qual aconselhamos a todos que desejarem adquirir o disco para contactar os seguintes terminais:



Contacto: MP Produções

Tel: 0049 152 28639459

Tel: 0049 162 7535504
E-mail: matuatunguila@googlemail.com

Os que desejam contactar o cantor, o favor de utilizar os seguintes terminais telefónicos:



0024 4932542965

0024 938001804


   

   

Makasikila - SOCORRO 

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article