Publié par fara

Os jornalistas tem um papel fundamental na edificação de sociedades modernas e civilizadas, onde os seus cidadãos, independentemente da opção religiosa ou política, conseguem viver sem que alguém lhe ultraje de forma indevida e irresponsável, reafirmou hoje, nesta cidade, o bispo da Igreja Tocoista, Dom Afonso Nunes.

Bispo Tocoista, Dom Afonso Nunes.

Foto: Lino Guimaraes

 

 

O bispo Afonso Nunes reconheceu o facto durante o acto de abertura do primeiro Colóquio sobre "O Jornalismo Cristão e o Exercício de um Jornalismo responsável".

 

Para o líder tocoista, o jornalista tem uma responsabilidade tremenda na cura das feridas que há muitas décadas foram abertas pela guerra e suas consequências.

 

De acordo com a fonte, os cristãos e profissionais de Comunicação Social são confrontados inúmeras vezes com conteúdos informativos que em nada dignifica o exercício de um trabalho isento e responsável.

 

Segundo ele, denota-se na maioria parte dos casos, a ausência de tacto, perícia o fomento da intriga, inobservância  do contraditório e outras insuficiências bem conhecidas neste  domínio, pondo assim em causa valores elementares do exercício de qualquer profissão,tais como o bom censo a espiritualidade, a humildade, a fraternidade e a solidariedade,  respeito ao bom nome.

 

Dom Afonso Nunes acrescentou ainda que  a realização do evento deve-se a necessidade e a importância de se contribuir para a valorização do exercício do jornalismo cristão democrático, deontológico, profissional, responsável,  assente nas premissas jurídico constitucionais nos valores bíblicos cristãos e ético profissionais ,sendo esses os parâmetros universalmente consagrados num Estado que se pretende democrático e de direito como é o caso de Angola

 

Participam do i colóquio, líderes religiosos de diversas denominações cristãs, jornalistas de diversos órgãos públicos e privados e estudantes de Comunicação Social.

 

        

                                                                                          Angop

 

 

 

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article