Publié par fara

 

 

 

Fotografia: JA

Dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias, Bispo da Diocese de Cabinda, foi nomeado pelo Papa Francisco para o cargo de Conselheiro Pontifício para a Cultura na Santa Sé.

 

Segundo uma nota da Nunciatura Apostólica de Angola e São Tomé, o Santo Padre confirmou ainda o moçambicano Dom Francisco Chimoio, Arcebispo de Maputo, para a Congregação para os Institutos de Vida Consagrada.


Dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias nasceu em Luanda no dia 18 de Abril de 1958. Formou-se nos seminários dos Capuchinhos,  Luanda, e do Cristo Rei, Huambo, tendo sido ordenado sacerdote no dia 30 de Outubro de 1983. Enquanto padre estudou jornalismo em Luanda e no Instituto Católico de Paris, a seguir diplomou-se em praxis Jurídico-administrativo na escola prática da Congregação para o Clero em Roma.


A educação de Dom Filomeno fez-se também no estrangeiro. Em Roma, licenciou-se em Filosofia, na Universidade Gregoriana, e doutorou-se em Teologia, na Universidade Lateranense.


Em 2004 foi ordenado Bispo-auxiliar de Luanda, e um ano depois foi nomeado para o cargo de Bispo da Diocese de Cabinda, posição que desempenha actualmente. Dom Filomeno foi membro da “Associação Internacional ‘Jacques Maritain’ para os Estudos do Desenvolvimento” e do Conselho Fiscal da Associação das Universidades de Língua Portuguesa.


 Actualmente, Dom Filomeno Vieira Dias é membro da “Angola Educational Assistance Fund, inc (AEAF), com sede em Boston, EUA, como também da Sociedade Científica da Universidade Católica Portuguesa e Vice-Presidente da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST).

 

 

   Via Jornal de Angola