Publié par fara

O novo plano de limpeza urbana de Luanda, que entra em vigor ainda este mês, foi elogiado, ontem, pelo político Bento Kangamba.

O também empresário disse que o novo plano baseia-se num novo conceito de gestão integrada dos resíduos sólidos em que se vai aproveitar toda a cadeia de valor dos resíduos sólidos, desde a recolha, transporte, armazenamento, aproveitamento, tratamento e a deposição final nos aterrosNos últimos tempos, a província tem estado a experimentar muitas dificuldades relativamente à gestão dos resíduos sólidos, facto que tem preocupado as autoridades, disse Bento Kangamba. “Com a participação dos habitantes espera-se reduzir, significativamente, grande parte dos amontoados de lixo que se vêem um pouco por toda a cidade de Luanda”.

Bento Kangamba chamou a atenção para a necessidade de a população preservar os contentores destinados à recolha dos resíduos sólidos, a serem disponibilizados pelas empresas de limpeza afectas às administrações municipais, e incentivou os homens de negócios a auxiliarem as administrações locais e o Governo da província no combate aos focos de lixo.
De acordo com o novo modelo de limpeza adoptado para a província de Luanda os munícipes passam a pagar um valor mensal, variável de acordo com a respectiva área de residência, entre 500 kwanzas e dez mil kwanzas.

Via JA

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article