Publié par fara

Por Pedro Sonzi António

O governo da pronvincia do Uíge vai criar um gabinete para apoiar a sua diáspora, afirmou o governador Paulo Pombolo, após de um encontro mantido com o representante do Forum Angolano de Reflexão e da Acção, FARA em sigla, sediada em Genebra, na Suiça.

Paulo Pombolo foi muito sensível, ao escutar as dificuldades encontradas na província pelos seus naturais résidentes em paises estrangeiros, no que concerne as possibilidades de investimentos e na materialização de muitos projectos de apoio ao desenvolvimento da província.

No entender do enviado do FARA nas festividades que assinala o 97° aniversário do nascimento da cidade do Uíge, o governo da província tem sido menos cooperativo na prática, não obstante as medidas atractivas existentes, quando trata-se problemas ligadas à sua diáspora. Com efeito, vários uigenses dispersos pelo mundo fora, queixam-se de encontrar dificuldades de várias ordens na província, na implementação de projectos de apoio ao seu desenvolvimento, nomeadamente, na criação de pequenas e médias empresas.

O gabinete que será criado, vai facilitar os uigenses, e não só, como também os angolanos em geral, residentes no estrangeiro, decididos a investir as suas economias na província.

Aproveitando a ocasião, o Governador Paulo Pombolo, apelou a diáspóra do Uíge e de Angola em geral , a investir no Uíge, que as dificuldades encontradas no terreno, não oculta, de maneira nehuma, a vontade do seu governo, ver os filhos desta terra, mesmo vivendo no estrangeiro, participar no seu desenvolvimento.

O Fórum Angolano de Reflexão e de Acção, FARA, em abreviação,, tem desemvolvido muitas acções junto a diáspora angolana da Europa, sensibilizando-a convista a participar na ajuda humanitárias às populações necessitadas do pais. O envio do material didático e meios informáticos aos alunos da província do Uíge, em colaboração com a Embaixada de Angola na Suiça, no ano passado, constitui uma ilustraçâo da vontade desta organização, na realização das suas resoluções.

O FARA foi fundado em 2008 por angolanos residentes no continente europeu e realiza palestras e conferências, analizando a situação geral do continente africano no que concerne a sua história e o seu desenvolvimento. O auxílio aos angolanos na inserção social nos países de acolhimento também tem sido um dos objectivos do Fórum.

Actualmente, o Sr. David Mwanza Bongo é o presidente do Fara.

O Governador Paulo Pombolo e o representante do FARA. Imagem do MP. Produções.

O Governador Paulo Pombolo e o representante do FARA. Imagem do MP. Produções.

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article