Publié par fara

O clima de confiança medido pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) melhorou em todos os sectores económicos no primeiro trimestre deste ano face ao anterior, mas piorou em relação ao trimestre homólogo na Construção, Comércio e Transportes, sectores que, contudo, inverteram a série de quedas acumuladas em trimestres anteriores. No Turismo, o indicador sobe há cinco trimestres consecutivos.

O indicador de confiança do Turismo atingiu o máximo desde o primeiro trimestre de 2011, quando o INE iniciou a série, de acordo com o boletim de Conjuntura do I trimestre de 2014, divulgado pelo organismo de estatísticas público. O indicador atingiu 18 pontos, oito acima do máximo e dois do valor registado no trimestre anterior. No primeiro trimestre de 2013, o indicador de confiança do Turismo foi de -2 pontos.

O indicador de confiança da indústria transformadora atingiu 16 pontos, mais 4 face ao último trimestre de 2013 e 7 acima do homólogo. Na Construção (-30), o clima negativo agravou-se face ao primeiro trimestre de 2013 (-25), mas melhorou face ao trimestre anterior (-39).

No Comércio, o indicador de confiança subiu 3 pontos, para 15, mas ainda longe do máximo (24), atingido no primeiro trimestre de 2013. Também nos Transportes o indicador de confiança recuperou 6 pontos, para 27) no primeiro trimestre de 2014 face ao último de 2013, ainda assim abaixo da média da série (30) e do valor do trimestre homólogo (42).

Na indústria extractiva, o indicador atingiu 20 pontos, mais 6 face ao último trimestre do ano passado e acima do homólogo (18) e da média da série (15).

Via expansão

Indicador de confiança do Turismo renova máximo
Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article