Publié par fara

Bill Clinton abandonou a presidência dos Estados Unidos "não só falido mas com dívidas", revela hoje a sua mulher Hillary Clinton numa entrevista à ABC que será transmitida esta noite nos Estados Unidos. A revelação consta também da biografia Hard Choices (Escolhas Difíceis), cujo lançamento de amanhã é visto como o pontapé de saída para uma candidatura presidencial em 2016.

Referindo as despesas com processos judiciais em que o casal se viu envolvido durante a presidência de Bill Clinton (1993-2001), a secretária de Estado do primeiro mandato de Barack Obama lembra que após a saída de Washington a família "lutou para juntar recursos para pagar hipotecas, para ter casas e pagar a educação de Chelsea".

"Não foi fácil", lembra a antiga adversária de Barack Obama nas primárias democratas das presidenciais de 2008. "O Bill trabalhou muito, tem sido espantoso para mim. A prioridade era pagar as dívidas, o que o levou a trabalhar o dobro para, com impostos e dívidas, sobrar dinheiro para termos casas e forma de sustentar os membros da família", explicou.

Declarações que servem para responder às críticas de que o casal é alvo devido às somas astronómicas que cobram para discursar em conferências por todo o mundo. "Por acaso faço muitos discursos gratuitamente", ressalvou Hillary Clinton antes de justificar a sua opção. "Pensei que fazer discursos pagos era uma coisa muito melhor do que ter ligações a grupos de influência ou empresas, como tantos fazem quando abandonam a vida pública", defendeu a antecessora de John Kerry, que alegadamente recebe cerca de 200 mil dólares por cada discurso.

sol.pt

Clintons saíram falidos da Casa Branca, diz Hillary
Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article