Publié par fara

A melhoria das condições de vida, de trabalho e a formação contínua dos funcionários do Ministério da Defesa Nacional e órgãos por si tutelados, serão as prioridades do novo titular do sector, João Manuel Gonçalves Lourenço, empossado hoje, quinta-feira, em Luanda, neste cargo.

Discursando na cerimónia de apresentação aos funcionários do sector, o ministro João Lourenço, que se fez acompanhar do ministro cessante da Defesa Nacional, Cândido Van-Dunem, falou das prioridades do seu mandado.

Na sua intervenção, o governante disse que vai investir mais no homem, porquanto só ele está em condições de fazer transformações positivas para o país.

"Por mais recursos financeiros que sejam disponibilizados ao Ministério e as Forças Armadas Angolanas (FAA), se não haver homens preparados, quer sejam civis ou militares, para dar o salto que se espera, não conseguiremos alcançar os objectivos preconizados".

Salientou que será muito exigente no sentido de tornar o sector da defesa e as forças armadas a altura dos desafios da actualidade.

Para o dirigente, neste momento vive-se uma conjuntura internacional que exige muito de Angola, com particular realce das forças armadas.

Na ocasião, o ministro cessante Cândido Van-Dúnem congratulou-se com a nomeação de João Lourenço e agradeceu aos militares e funcionários do Ministério da Defesa Nacional, por toda a colaboração dispensada.

"Como é do nosso conhecimento, fomos indicados para exercer as funções de Ministro da Defesa Nacional num contexto político complexo, onde a consolidação da democracia, a preservação da paz e da unidade nacional, assim como a prossecução do processo de reedificação das Forças Armadas Angolanas eram os nossos principais desafios", lembrou Cândido Van-Dúnem, que foi nomeado e empossado no cargo de ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria.

João Manuel Gonçalves Lourenço nasceu a 5 de Março de 1954, no município do Lobito, província de Benguela, e é casado com Ana Afonso Dias Lourenço. Fez os seus estudos primários na província do Bié.

Foi governador (comissário provincial) das províncias do Moxico e de Benguela.

Via Angop

Novo ministro da Defesa aposta na formação de quadros
Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article